Oi Fãs de michael jackson!
Sejam muito bem vindos e sintam - se a vontade, cadastre - se e tenha acesso ao Fórum por completo

Aqui somos uma familia!!!

Decifrem a lenda nunca desvendada, o rei nunca superado, Michael joe jackson



ass: administração You Are Not Alone

Nos braços,de um anjo **

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Nos braços,de um anjo **

Mensagem por Cleide Jackson em Sab 19 Nov - 8:00:47

A paz reinava agora, nesse quarto, eu já não sentia aquela angústia que me sufocava o peito, as lágrimas que, derramei sentado na cama, haviam ido tão rápido, como haviam chegado.
Respirei, com força, sentindo o meu corpo, responder satisfeito, aquele bem estar que me preenchia inteiro.Onde estariam todos? Que silêncio sepulcral era esse?Onde, estaria meus filhos, que ainda não haviam entrado, correndo pelo quarto, para dar o meu costumeiro e feliz bom dia?
Talvez, estivessem dormindo... Não me recordava como tinha sido a nossa última noite, nem ao menos, conseguia lembrar, qual estória, eu havia lhes contado,com certeza, seria uma, que trouxesse como enredo, o amor, que sempre vencia todos os obstáculos ou uma, que além de exemplos de solidariedade, incutisse neles, uma fé inabalável.
Que silêncio devastador... E essa luz, que me cega e parece entrar em meus poros, levando com ela, todo o medo e toda dor. Céus, o que está acontecendo comigo? Estico-me, mexo todos os meus músculos, olho para as minhas mãos... Toco o meu rosto. Estou aqui... Meu coração não estaria batendo feito louco, se eu, não estivesse bem.
Fiquei um longo tempo assim, pois mal percebi a chegada, daqueles que me observavam agora. Quem serão essas pessoas? Encaram-me, como se me conhecessem há muito tempo, mas, eu jamais os vi,em toda a minha vida. Contudo, havia ternura naqueles olhos e quanto mais,eu tentava vê-los mais a luz me cegava,sabia que estavam ali, mais não podia vê-los nitidamente.
Numa fração de segundos, senti todos em volta da minha cama e empunham suas mãos e pouco a pouco, fui sendo tomado pela luz.
_Quem,são vocês? O que querem? Não tenho todo o tempo do mundo, para ficar aqui deitado, tenho que ver meus filhos, ensaiar. Sou um cantor e dançarino famoso.
_Sabemos quem você é, Michael. Onde vc está o tempo não tem nenhum valor, aqui o que importa é o amor que vc trouxe com vc,quando chegou... Os seus atos mais sinceros e solidários, que conseguiu com maestria propagar pelo mundo.
_Onde vc esteve também estivemos, andamos os mesmos caminhos...
_Como assim? Sempre estive acompanhado, com seguranças, jamais os vi.
_Não,se altere Michael. Vc,ainda está se restabelecendo,precisa aprender todos os ensinamentos,mesmo sendo um de nós,há muito o que aprender.
_Um, de vcs? Não pode ser! Vcs me seqüestraram?Onde, está meu celular? Preciso chamar meus seguranças...
De repente, ao verem o meu desespero, começam a falar entre si, não esboçam qualquer palavra, mas eu os ouço!
_Gabriel, devemos fazê-lo enxergar o que o trouxe até aqui. Ele está muito exaltado, não podemos deixar que a fúria o domine.
-Temo, por sua sanidade, ele estará preparado, para o que virá?
_Temos, que correr esse risco, o levaremos até o portal e ele saberá o que o trouxe até nós.
_Que assim seja... Todos responderam, em uníssono.
_Levante-se, Michael. Disse Gabriel.
Andei,sentindo as minhas pernas fracas... Ampararam-me, tive vontade de socá-los, fui pé ante pé, até aquela grande janela. Então, fui transportado, para aqueles dias de agonia Eu estava, no meu quarto, desci as escadas, tomei meu café, sorria para meus filhos, os beijei feliz, pela graça que Deus, havia me dado, com o nascimento deles.
Estava extremamente ansioso e muito cansado. Não dormia, há dias, não me alimentava direito. Eu via, agora, o quanto estava magro, com certeza, eu não suportaria, o grande esforço que uma turnê, exigiria. Porém, eu jamais, desistiria de um projeto, senão eu não seria o que sou um ídolo amado e conhecido no mundo todo: Michael Jackson, o Rei do POP.

Sinto uma vertigem e só não fui ao chão, porque aqueles seres me envolveram.
_Não tenha medo, Michael... Somos os seus anjos protetores, não queremos lhe fazer nenhum mal.
Anjos? Oh, my God! O que eu, havia bebido na noite anterior? Seria, alguma alucinação ou algo semelhante?
E cantaram algo parecido com um mantra ou uma oração e eu, em segundos, senti a minha força voltar.
_Coragem... Michael, o pior ainda virá. Tenha força meu amigo.
Agora,estou sozinho no meu quarto... Numa solidão infinita, abro a gaveta do criado mudo e tiro de lá, o meu bem, mais precioso. O refrigero da minha alma, a minha Bíblia, abro,leio,releio, algumas páginas e sou sacudido por soluços.
_Oh, meu Deus, não me desampare. Preciso da sua luz. Lágrimas molham o meu rosto. Preciso, desesperadamente de algum conforto,as minhas mãos tremem,pego o meu celular e disco um número.
_Por favor, venha depressa! Ao ouvir, aquela voz, tão conhecida,desligo,acreditando estar fazendo, o melhor para mim, naquele momento.
Ele chega... Conversamos o estritamente necessário, não havia necessidade de prolongar a nossa conversa. Ele já havia estado ali, várias vezes e já sabia o que me afligia.
Deitei-me e de imediato, o alívio, que eu esperava me alcançou... Eu dormiria em fim e nada me atingiria.
_Chega, não quero ver, mais nada! Gritava para aqueles seres.
_Ainda, não acabou, Michael. Falava Gabriel.
Eu me via inerte... Aquele homem, falava ao telefone, sorria satisfeito e eu ali, sentindo tudo, mais incapaz de reagir. Crápula! Como pude, confiar em alguém assim? Eu, o via andando pelo meu quarto, preocupado com tudo, menos comigo. Covarde!
Meu quarto é invadido, por dois dos meus seguranças, que perguntam desesperados, o que acontecia ali, pedem para chamar uma ambulância, mas aquele homem, diz que não será preciso,
pois fará um procedimento de urgência. Mas, o que meus seguranças não sabiam, é que ele, nunca havia feito tal coisa antes









Cleide Jackson

Mensagens : 9
Pontos : 23137
Data de inscrição : 22/05/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nos braços,de um anjo **

Mensagem por Cleide Jackson em Sab 19 Nov - 8:33:39

Era nítida para mim, a sua aura negra, nunca o havia visto, dessa forma, como podia vê-lo agora. A vergonha e a decepção faziam com que o meu coração, saltasse de uma maneira muito dolorosa. E eu percebi que havia sido enganado, de uma forma vil e desumana.
Ele havia me manipulado e me transformado em um fantoche,me tornara uma sombra de mim mesmo, roubou a minha alegria e os momentos felizes, que eu poderia ter passado, com todos que eu amava. Muitos me avisaram que o inferno era aqui nesse mundo, mas, eu nunca acreditei... E agora eu podia contemplá-lo de camarote.
_Porque vocês, não me alertaram sobre ele? Eu falava em meio a minha dor.
_Não podíamos contestar o desejo do Altíssimo, Michael. E, se, hoje estamos ao seu lado, é porque Ele nos permitiu.
_O que fiz, para Ele me abandonar a minha própria sorte? Despejei colérico.
_Não blasfeme, Michael. Ele sempre esteve ao seu lado, te levantou várias vezes, colocou luz, onde só havia trevas. Deu-te, a alma pura de uma criança, te encheu de dons. Quem, olhar em seus olhos, verá, o seu coração. Agora, os pecados são obras do homem, meu amigo.
_Do homem, que vc se tornou. Fechando-se em si mesmo e desistindo de lutar. Falaram em coro.
_Eu não desisti... Fui forçado a me esconder para ter um pouco de paz e mesmo assim, eles me trucidaram. O que eu fazia, nunca era o bastante,as minhas boas ações, eram ignoradas e passaram a focar o seu ódio, na minha vida particular e minha aparência. Começaram a me tratar como um dinossauro, afirmavam que eu havia jogado a toalha há muito tempo. Um repórter chegou ao cúmulo, de me perguntar, em plena rua, se eu, ainda sabia fazer o Moonwalk! Fiz aquele sinal e fui parar na primeira página dos tablóides, como um homem grosso e mal educado.
_Você teve o livre arbítrio, para tomar as suas decisões. E as tomou. Usando, alguns meios tortuosos, para alcançá-las, mas, não estamos aqui, para julgá-lo. Queremos curá-lo espiritualmente, para que ao voltar á Terra, você faça a sua vida valer à pena e não desperdiçá-la, como fez com a anterior.
_Voltar? Eu terei uma segunda chance? Falei comovido dessa vez.
_Sim.Você cometeu seus erros, mais amou intensamente. Ele lhe dará uma nova chance, a sua essência será a mesma, mas voltará como um novo homem.
Eu estava me sentindo renovado. O Senhor, nunca havia me abandonado, Ele ouvira cada uma das minhas orações, mas, eu estive mergulhado na própria angústia e desespero. Ensurdeci, diante de seus chamados.Ele ainda me amava, apesar de ser um filho desobediente e egoísta, Ele me queria, mesmo sendo imperfeito e pequeno.
Sinto lágrimas, correrem no meu rosto, choro de emoção, por sentir todo o seu amor. Levanto os braços,dando graças a esse ser tão supremo e murmuro:
_Aqui me tens, Senhor, Michael, o seu servo.





Cleide Jackson

Mensagens : 9
Pontos : 23137
Data de inscrição : 22/05/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nos braços,de um anjo **

Mensagem por Cleide Jackson em Sab 19 Nov - 8:48:56

Os dias, naquele lugar, passavam tranqüilos. Gabriel, meu mentor espiritual, passava a maior parte do seu tempo, ao meu lado, falando de amor, perdão e solidariedade.
Perguntei, a ele, quando eu retornaria e sempre me respondia com doçura:
_Quando, for à vontade Dele, Michael.
Eu sentia uma saudade louca dos meus filhos,quando vi pelo portal a minha princesinha,dizendo em meio a lágrimas, que eu havia sido o melhor pai do mundo e que só queria que eu soubesse que me amava . Confesso que tive vontade, de atravessar o portal e abraçá-la e dizer o quanto eu a amava muito mais.
Meu Prince... Tão doce e calmo, dizia querer seguir os meus passos e ser solidário como eu fui e o meu cobertor quentinho (Blanckett), tão tímido como eu, me pedia desculpas, por suas peraltices infantis. Não, meus amores, não há nada a ser perdoado. Eu os amo e será para sempre.
Clara acordou cansada, aquela manhã. Há dias, não conseguia dormir direito e acordava sempre banhada em suor, em seus sonhos ou pesadelos, via cenas que nunca fizeram parte de sua vida.
Neles,era transportada para uma espécie de show, ouvia gritos, chamavam por alguém. Ela entrava numa espécie de corredor, recordava agora, do sonho anterior. Parava, m frente, uma porta e viu um homem de costas. Dele, emanava um fascínio todo especial, trajava uma roupa, feita sob medida e exalava um perfume ao mesmo tempo doce e sensual.
Chamaram-no e quando ia em fim,conhecer o seu rosto,acordara,com o coração na boca e molhada de suor.Agora,arfava,querendo calar as batidas do seu coração.
Sua cabeça latejava, desde pequena sentia essas dores, seus pais já haviam tentado todos os tratamentos, mas, os resultados eram sempre os mesmos.
Não tinha nada ou alguma emoção mais forte, poderia ter desencadeado
tais sintomas.Contudo, o que mais a assustava, eram uma sucessão de clarões, que vinham á tona,quando era acometida por uma forte dor de cabeça,que parecia querer derreter os seus miolos.
Via flashes, ouvia vozes e muitas vezes, sentira uma presença, mas virava-se e não vinha ninguém.
Tentava a todo custo, esconder o que se passava, com ela, mas era difícil, pois era médica e vivia rodeada de grandes especialistas e muitos deles, eram seus amigos. E, mais de uma vez, vira esses flashes, deixando a todos constrangidos e preocupados com sua saúde.
Como daquela vez, que em pleno bloco cirúrgico, com sala e paciente sedado, desiste de fazer a cirurgia, por sentir, que ao invés de salvá-lo, poderia levá-lo á morte, por forte hemorragia.
Por pouco, não perdera o seu emprego e a sua sanidade. Fora, afastada por forte stress e a aconselharam a procurar um psiquiatra.
_Michael? Alguém me chamava. Virei-me e Gabriel, envolveu-me em um abraço e falou:
_Hoje,visitaremos, uma pessoa especial. Possui o dom da mediunidade, mas ainda não sabe disso. Só, quero que observe e sinta a essência dela.
_Já é hora... Chegue mais perto e deixe o seu pensamento fluir. Assim...


Cleide Jackson

Mensagens : 9
Pontos : 23137
Data de inscrição : 22/05/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nos braços,de um anjo **

Mensagem por Cleide Jackson em Sab 19 Nov - 9:12:25

Não sei como cheguei ali. Estava ao lado de uma cama, onde uma linda mulher dormia.
Ficamos
eu e Gabriel, parados, velando o seu sono. Quando, ela começa a
debater-se, seu rosto, estava crispado de horror, segurava com força os
lençóis.
Eu temi por ela, tive ímpetos de tentar tocá-la, abraçá-la
para que essa agitação passasse e ela pudesse dormir em paz. Aproximo-me
e ouço um rosnado ameaçador, aquele animal, estava em posição de
ataque, mostrava os dentes.
_Gabriel... Esse animal, pode nos ver?
_Não, mas sente as vibrações do nosso espírito, nossa energia. Não se preocupe Lyon, quer apenas proteger a sua dona.
Estala os dedos e silenciosamente, o cão deita-se aos seus pés.
_Clara
não tenha medo, criança. Vc tem o dom da mediunidade, apenas seres com o
coração puro, como o seu, podem manifestar tal poder.
Dito isso, o seu corpo se acalma e cai em um sono profundo.
Sombras...
Nada mais, que a escuridão. É um abrir e fechar de portas A adrenalina
pulsa mais rápida, sinto que meu coração explodirá, devido à ansiedade
que estou mergulhada. O que, a minha alma procura? Irei, ao seu
encontro... Algo me impulsiona, preciso encontrá-lo.
Eu o vejo, está
sozinho naquele quarto... Fita o infinito, perdido em seus próprios
pensamentos. Ouço um leve suspiro. Agora, calça os seus sapatos, veste
um casaco brilhante, como a luz das estrelas e como soubesse que eu
estaria ali, sorri pra mim.
Como, havia sido afastada de suas funções
no hospital. Clara resolvera preencher, o seu tempo com atividades que
além de prazer, a fizesse esquecer, o caos que se tornara a sua vida,
praticava corrida todas as manhãs, tendo Lyon como companhia.
_Vamos, menino. Vc está um bocado gordinho, não acha?Lyon ficava atravessando e enroscando nas suas pernas.
_Ei... Devagar! Se não, vai conseguir me derrubar.
Chegando,
em casa, toma um banho relaxante e decide preparar algo para si, estava
com fome, mas desejava algo leve e de preferência saudável. Enche a
vasilha de Lyon e troca a sua água. Quando, o seu celular toca.
_Alô. Oi, Billy, como estão às coisas aí, no hospital? E o Dr.Carlton, já encontrou alguém, para preencher a minha vaga?
_Ainda não Clara. E, se ele pensa que aceitaremos qualquer um, na nossa equipe, está muito enganado!
_Billy, não sou eu, quem deve ter prioridade e sim os pacientes! Já, se esqueceu do nosso juramento?
_”Praticarei a minha profissão com consciência e dignidade.A saúde dos meus pacientes será a primeira preocupação”-riram juntos.
_Claro que não! Mas, se podemos aliar o trabalho ao prazer. A motivação é maior.
_Homens! Vc, falou com seu amigo psiquiatra sobre mim?
_Não o encontrei, pois o mesmo viajou para um congresso e não sei quando retorna.
OK.
Quero saber a causa, desses apagões que tenho na mente. Ontem, sonhei
com um homem, que nunca vi antes... E ele sorriu pra mim.

Cleide Jackson

Mensagens : 9
Pontos : 23137
Data de inscrição : 22/05/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nos braços,de um anjo **

Mensagem por Cleide Jackson em Seg 21 Nov - 20:04:12

Thomas resolvera me ajudar, não antes, de me fazer jurar. Que, se algo saísse errado, eu assumiria toda a culpa.
Não desgrudou de Gabriel, até descobrir qual era o cântico que ele entoava,para abrir o portal. E ao descobri-lo, veio até mim e disse:
_Será, essa noite. E, que Deus tenha piedade de mim.
E, assim foi feito. Entoamos o cântico e chegamos rápidos como um raio, ao lugar que eu ansiava estar e não mais sair.
Clara falava no celular. Sorria... De repente, a ouço dizer:
_Billy, vc não leva nada a sério mesmo.
_Billy?Quem era Billy? Senti uma fúria tomar conta de mim, aproximei-me o máximo que pude dela, ficamos frente a frente, senti o seu hálito quente, o seu perfume... O cão começou a latir ameaçadoramente.
_Quieto, Lyon! Ela larga o aparelho e fixa o seu olhar em mim.
_Michael, vamos embora. Antes, que nos descubram.
_Voltarei, meu amor. E desapareço, assim, como entrei.
_Vc, se esqueceu, que ela sente a nossa presença? O cão deu o alarme, mas, ela estava distraída e não notou.
_Thomas, ela olhou para mim. Eu tenho certeza. Vc viu o quanto ficamos envolvidos um com o outro?
Naquela noite, os sonhos voltaram a perturbar Clara.. Corria, no mesmo labirinto, estava no mesmo lugar, à procura dele. Ao sentir, a sua presença, instintivamente, ele se vira e ela é presenteada, com um sorriso maior que o mundo, abraçou-a, agora prendia o seu olhar ao dela,as palavras sumiram e também não haveria nenhuma utilidade para elas,nesse momento, ele iria beijá-la...
Acorda, com um beijo sim, mas de Lyon... Que a lambia sem parar. Arg! Ah... Lyon!
Eu já não conseguia ficar longe dela. A imagem, daqueles olhos, tomava os meus pensamentos.
Não me concentrava nos ensinamentos espirituais, tinha vontade de atravessar aquele portal e não voltar nunca mais. Muitas vezes, ás escondidas... Eu a contemplei, adorava vê-la sorrir. Era tão doce e espontânea, gostava de coisas simples!
Como admirar o por do sol, o luar e o brilho das estrelas. Tínhamos muita coisa em comum, o que me enchia de esperança.Eu havia a meu modo, encontrado o amor que tanto busquei e a minha alma gêmea.

Cleide Jackson

Mensagens : 9
Pontos : 23137
Data de inscrição : 22/05/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nos braços,de um anjo **

Mensagem por Cleide Jackson em Seg 21 Nov - 20:11:31

_Ok. Agora, Lyon deixemos as emoções de lado. Acariciou a enorme cabeça Vc tomará um refrescante banho de mangueira.
Colocou um short e camiseta bem confortáveis e levou-o até o quintal. E,quando estava completamente molhada e cheia de espuma,ouve uma buzina.
_Isso são horas, de fazer uma visita, Billy?Estou, em um estado lastimável, como você pode ver.
_Impossível, querida! Vc está perigosamente sexy - disse mirando-a de cima a baixo.
_Calma aí, garanhão! Estou mais afim de um banho quente e de uma fumegante xícara de chá. Aceita?
_Se, eu não estiver incomodando. Aceito.
_Vá entrando, vc sabe o caminho.
Clara sabia que, havia algo além de amizade nas investidas e olhares de Billy. Com o passar do tempo, o mesmo estava um tanto afoito. Ligava a qualquer hora, vinha á sua casa sem avisar. Mas, ela colocaria um ponto final, nessas atitudes do seu amigo, sem magoá-lo.
Não gostava, de prender Lyon, mas Billy, não o agradava nada, então temia que o mordesse ou ferisse, sem necessidade.
_Essa fera, não vai com a minha cara.
_É impressão sua, Lyon, está comigo desde que era um filhote e nunca mordeu ninguém.
_É melhor, mantê-lo preso - falou temeroso.
_Relaxe! Não o soltarei, enquanto vc estiver aqui.
A conversa prolongou-se, mais do que ela esperara. Billy aproveitava cada deslize, para sentar-se bem próximo dela no sofá, parecia querer expressar o que sentia com as mãos.
A todo o momento, apertava as mãos dela, alisava os seus cabelos. Tentara beijá-la... Mas, Clara, conseguira escapar ilesa. Lyon rosnava a cada investida. Foi,quando sentiu,que havia outra presença, naquela sala.
Passara a sentir o coração acelerado e uma ansiedade que a punha em alerta. E, só sentira essa explosão de sentimentos,quando sonhara e sentira a energia daquele homem,de olhos negros, como a noite e sorriso devastador.
_Ei, Clara, o que aconteceu? Aposto, que nem ouviu o que eu disse.
_Hã... Billy acho que, está na hora, de encerrarmos nossa conversa
_Mas, já? Ainda, são 20 h.
_Não insista, por favor. A minha cabeça, está me matando.
_Ok. Até mais!
_Quem é vc? O que quer de mim? Gritou desesperada e não obteve nenhuma resposta.

Cleide Jackson

Mensagens : 9
Pontos : 23137
Data de inscrição : 22/05/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nos braços,de um anjo **

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum