Oi Fãs de michael jackson!
Sejam muito bem vindos e sintam - se a vontade, cadastre - se e tenha acesso ao Fórum por completo

Aqui somos uma familia!!!

Decifrem a lenda nunca desvendada, o rei nunca superado, Michael joe jackson



ass: administração You Are Not Alone

Bieber cita Michael Jackson e desabafa sobre polêmica da falsa paternidade no CD ‘Believe’

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Bieber cita Michael Jackson e desabafa sobre polêmica da falsa paternidade no CD ‘Believe’

Mensagem por byanca jackson em Qua 13 Jun - 16:43:46

Maria’ é a melhor faixa de um álbum marcado por canções superficiais.

Justin Bieber reuniu a galera. Ludacris, Nicki Minaj e Drake estão entre os astros que participam de seu novo disco, “Believe”.
Previsto para chegar às lojas dia 19 deste mês, o CD foi
disponibilizado para audição da imprensa nesta terça-feira. Num trajeto
de 13 músicas, além das três reservadas à versão deluxe, o astro lança
mão de um novo arsenal de baladas e versos melosos que, como tudo o que
ele põe no mercado, vai colecionar críticas da imprensa musical e
suspiros apaixonados das milhões de fãs infanto-juvenis.


O CD traz um sample de “We’ve got a good thing going”, de Michael Jackson, no início da faixa “Die in your arms”. O astro adolescente também faz referência ao hit “Billie Jean”, de Michael Jackson, na faixa “Maria”. A música é um desabafo sobre aquela polêmica na qual a americana Mariah Yaterdizia estar grávida de Bieber.
Começa com o trecho de uma entrevista do cantor, afirmando que nada
daquilo é verdade. Na letra, ele chama a menina de louca e diz “esse não é meu bebê/essa não é minha garota”. Talvez por se debruçar sobre um fato real na vida de Bieber, essa é a música mais legal do disco todo. Um “lapso” num álbum muito superficial.

O disco agrega referências novas ao universo do cantor. Na primeira faixa, “All around the world”,
o garoto estica a mão para um público mais velho. É música de pista,
com refrão dançante, mas repetido exaustivamente e com abuso do
auto-tune. “As long as you love me” traz as prometidas experimentações com dubstep, mas os graves não têm a intensidade necessária para Bieber se gabar da “inovação”. Além disso, fica meio perdido no álbum, assim como as batidas de techno e house que se ouve aqui e ali. Bieber quer mostrar maturidade, mas sem abandonar seu público principal: meninas de 8 a 15 anos. Complicado.

Assistindo ao documentário “Never say never”, fica claro que o músico tem talento. O filme mostra Bieber
arrebentando na bateria aos 8 anos. Seu envolvimento com a música é
inquestionável. O que prejudica é esse compromisso com a indústria, com a
obrigação de vender milhões de CDs. É isso que pasteuriza a produção do
cantor. Baladas que obedecem a uma mesma fórmula, como “Be alright”, “Take you” e “Fall”, estão por quase toda a parte, coalhadas de versos tipo “Se você abrir suas asas, pode voar comigo”, em “Fall”, e “Por você, eu andaria mil milhas”, em “Be alright”.

Nicki Minaj faz um rap bem fluido em “Beauty and a beat”, com direito a uma gracinha sobre a namorada de Bieber (“Preciso ficar de olho aberto para Selena”). Drake canta em “Right here” e a voz de Ludacris aparece em “All around the world”. São colaborações interessantes, que mostram para que lado o garoto quer crescer a longo prazo.

Por: William Helal Filho – O Globo
Fonte: http://newspressrelease.wordpress.com/2012/06/13/bieber-cita-michael-jackson-e-desabafa-sobre-polemica-da-falsa-paternidade-no-cd-believe/


avatar
byanca jackson
membro
membro

Mensagens : 4100
Pontos : 38114
Data de inscrição : 29/04/2010
Idade : 27
Localização : Rio de janeiro

http://www.michaeljacksonteamamos.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum